Quanto Custa o Seu Empregado?

Depende!

Isso mesmo, depende de muitos fatores, por exemplo, precisamos verificar o enquadramento da sua empresa quanto ao regime tributário escolhido, SIMPLES Nacional, Lucro Presumido, MEI, Lucro Real, etc...

Há que se levar em conta também, o que rege a convenção coletiva da categoria, o ambiente de trabalho, se insalubre ou periculoso e, qual seguimento, comercial, serviço ou industrial. 

Pode não parecer, mas, é de suma importância que levemos em conta tais custos antes de contratarmos uma mão de obra para a nossa empresa, haja visto o impacto que isso causa na tomada de decisões. Há casos em que o custo empregatício chega a ultrapassar o valor do salário contratado.

Tomando por exemplo um trabalhador do comércio aqui da capital do meu estado, Paraíba, o que se paga em benefícios e encargos, beira os 60%, isto para uma empresa regida pelo SIMPLES Nacional, sendo esta tributada pelo Lucro Presumido, este custo é elevado para um pouco mais de 80%. E, tenho visto que para as pequenas empresas isto representa bastante.

Com a vigência da nova Lei trabalhista talvez isto seja amenizado em alguns setores, precisamos aguardar pra ver.

 

Elaborei uma planilha, ainda em desenvolvimento, mas que já dá para termos uma ideia do que é a manutenção de um trabalhador, podem acessar e copiar livremente; peço-lhe no entanto que por gentileza contribuam com a melhoria dela dando o seu feedback, em especial se encontrarem falhas nos cálculos.    

 

Clique na imagem para baixar

© 2017 por Viégas Contabilidade.